Mensagem:





 Click aqui para Imprimir a pagina

MONTANDO UMA PEQUENA EMPRESA


Se, você está pensando em montar seu próprio negócio, apresse-se. A virada do século está inaugurando
um ciclo de ouro para os pequenos empreendimentos.
Em todo o mundo há uma verdadeira febre de criação de empresas. Os paises se abrem e a economia se
globaliza, as grandes companhias terceirizam e ficam cada vez mais enxutas, as novas tecnologias de
produção de bens e serviços e as modernas teorias de administração elegem definitivamente as pequenas
estruturas como as mais funcionais e eficientes.
E o Brasil segue por essa trilha com um estimulo a mais: desde que os portugueses pisaram pela primeira
vez nesta terra abençoada, não se via uma conjuntura politico-economica tão favorável aos investimentos
produtivos, como a atual.
Ao pé da letra, quando uma pessoa delibera pôr em prática uma idéia de negócio, já está criando uma
empresa mesmo, sem ter formalizado ainda a papelada que dá vida jurídica ao empreendimento.
A empresa formal, adquire direitos que significam vantagens em termos financeiros e administrativos. No
caso das pequenas empresas há benefícios fiscais, de credito e trabalhistas.
! Poder vender para clientes de grande porte e poder exportar.
! Poder participar de concorrências públicas.
! Ter acesso às linhas de crédito e a programas de apoio de órgão que incentivam pequenas
empresas.
! Despreocupar-se com a fiscalização.
! Controlar melhor a empresa, pois a legalização permite medir e comparar desempenhos.
! Ganhar credibilidade junto a fornecedores e ao mercado de forma geral.
! Ampliar oportunidades de divulgação das atividades na mídia.
! Poder criar uma marca própria com logotipo, grife, etc.
! Comprar diretamente das fábricas por preço melhor.

No entanto o nascimento de uma empresa no Brasil e um processo demorado e doloroso. Apesar das
recentes medidas adotadas pelo Governo Federal e por organismos de apoio aos empreendedores, para
simplificar o processo de abertura de empresas, ainda é bastante complicada a tramitação burocrática
para a legalização de uma firma no pais.
Só de alvarás, licenças, vistorias e registros que o futuro empreendedor tem que providenciar, o numero
ultrapassa a casa dos dez. Pôr isso recomendamos que você recorra ao apoio de um CONTADOR para
não se perder nos labirintos da burocracia.
CONTADOR. Oficialmente a função do contador (aquele que possui diploma universitário) ou técnico
contábil (aquele que fez um curso técnico de nível médio) é apenas manter atualizada a escrituração dos
livros da empresa exigidos pelas legislações fiscal e comercial e cuidar da apuração de impostos. Já
alguns bons profissionais vão além disso eles são capazes de orientar sobre o local mais adequado para
o registro, a formatação jurídica mais vantajosa, os tipos e valores de impostos e taxas a que o
empreendimento estará sujeito e, ainda apresentar os caminhos legais para que você pague menos
imposto. Para isso ele precisa ter, experiência, atualização constante sobre as leis federais, estaduais e
municipais e seus meandros. Exige ainda um escritório bem aparelhado tecnologicamente e ágil na
comunicação com o cliente.

Algumas precauções na hora de contratar um contador
Seu sonho pode se transformar no seu pior pesadelo se a contabilidade de sua empresa ficar aos cuidados
de um mau profissional.
! Escolha o profissional antes de abrir sua empresa. Ele pode ser um auxiliar importante na
definição do seu negócio.
! Verifique se ele está devidamente registrado no conselho regional de contabilidade
! De preferência a profissionais especializados no seu ramo (industria, comercio, ou serviços)
e região de atuação.
! Visite seu escritório e confira se o contador dispõe de suporte para atende-lo bem. Hoje
informática é fundamental.
! Peça para ele formalizar um contrato especificando os serviços a serem prestados por ele, os
respectivos preços e a eventual extensão de suas responsabilidades como contador. Fuja
daqueles que se recusarem a assumir por escrito seus deveres.
! Converse com os clientes dele para saber se estão satisfeitos com o profissional.
! Confira o trabalho realizado, mesmo que seja por amostragem
! Exija recibo de tudo que você pagar


PARA ABRIR AS PORTAS


Os principais passos necessários para a abertura de uma empresa são:
(todos os passos a seguir ficarão a cargo de seu contador, mas é bom conhece-los)
·
Elaborar um detalhado contrato social.
·
Busca previa de nomes na Junta Comercial
·
Cheque se o local escolhido permite instalação de empresas.
·
Tirar a certidão negativa de divida junto à Secretaria da Fazenda Estadual.
·
Providenciar o formulário de enquadramento como microempresa.
·
Preencher a Ficha Cadastro de Pessoa Jurídica para obter o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas
(C.N.P.J.) que deve suceder o C.G.C.
·
Junte copias do CPF, RG e comprovantes de entrega de declaração de renda de pessoa física, dos
últimos cinco anos
·
Anexar comprovante de residência (conta de luz ou contrato de locação registrado e contrato de
locação do imóvel onde funcionara o negocio.
·
Tire a licença de funcionamento da empresa e também o Habite-se junto à prefeitura , Corpo de
Bombeiros e vigilância sanitária.
·
De posse de todos os documentos e vencidos todos os passos anteriores, preencha a Autorização
para a Impressão de Documentos Fiscais, para poder fazer os talões de notas fiscais.
·
E por fim, faça inscrição no INSS e no sindicato patronal.


OS PRODUTOS


A seguir você encontrará uma série de informações úteis para a montagem de uma pequena empresa de
materiais de limpeza. Os produtos escolhidos são fáceis de produzir, o investimento inicial é pequeno e
as matérias-primas, podem ser encontradas com facilidade (ver listagem de fornecedores).
Além das fórmulas, procedimentos de preparo e precauções, fornecemos também um plano de produção,
uma lista de equipamentos e materiais permanentes que você poderá utilizar, e também orientação referente
a custos mensais, receitas operacionais e legislação.
PRECAUÇÕES
A manipulação de produtos químicos precisa ser cercada de todo o cuidado. Os funcionários devem
utilizar aventais longos de plástico, luvas e botas de borracha, óculos e máscaras protetoras. O repetido
contato com a maioria dos produtos causa irritação cutânea. A inalação constante produz irritação nos
brônquios e pode causar edemas pulmonares. Para evitar esses problemas, as preocupações básicas de
segurança devem ser estritamente observadas.
CUIDADOS
Ao lidar com produtos químicos que precisam ir ao fogo, prefira o forno a lenha;
Use sempre avental, luvas e óculos para proteção, em especial se estiver trabalhando com
produtos químicos;
Tenha um extintor de incêndio para qualquer emergência;
Cuide da higiene do local e pessoal;
Mantenha os produtos que for trabalhar, fora do alcance de crianças, animais e curiosos, pois
alguns desses materiais podem ser fatais à vida humana;
Separe todos os ingredientes que serão empregados na fabricação do que você escolheu;
Escolha as receitas e procure não produzi-las ao mesmo tempo;
Recomenda-se não produzir, em grande escala e ao mesmo tempo, alimentos e produtos de
limpeza, etc.
PLANO DE PRODUÇÃO
Se você está começando no ramo, terá que fazer um bom investimento inicial em equipamentos e materiais
permanentes, matérias-primas, materiais secundários, embalagens, sem contar as despesas com
administração e folha de pagamento. Por isso recomendamos que você inicie com uma produção pequena
para equilibrar melhor os custos.

 Click aqui para Imprimir a pagina




© 2010 by Livros Digitais.freehostia.com ™ - Politica de Privacidade Sobre o Site